Início > Offtopic > A importância do tuning

A importância do tuning

19 de Junho de 2013 Deixe um comentário Go to comments

Não, não irei falar em tuning de carros como devem imaginar, o blog pauta-se por assuntos maioritariamente de cariz tecnológico.

Há muito que não escrevia mas surgiu um assunto que muitos, mas mesmo muitos ignoram e que pode ter consequências negativas.

O cenário é este: uma máquina a correr RHEL 5.x, com uma aplicação que lançava em média 100 processos por minuto (processos que duravam também em média 1 ou 2 segundos). Para este caso não interessam os processos que eram, interessam os números. O retorno destes processos é enviado para um frontend e para 3 bases de dados.

Devido a uma reestruturação da infrastrutura, adotou-se uma nova máquina em que a anterior servia também de frontend e para as bases de dados, basicamente na nova também são lançados os processos à semelhança da anterior, mas o retorno é enviado para a primeira.

Ou sejam, duas máquinas:

1 – Central, com frontend, aplicação, MySQL
2 – Apenas aplicação a enviar dados para a 1

Ainda sem a segunda máquina a enviar os dados para a primeira, existiam períodos em que a carga estava alta e o frontend “breakava” bastante, por vezes esperavam-se minutos e não convinham muitas ações para que a aplicação não ficasse meia “passada dos carretos”.

Decidi então por mãos à obra, algo não estava bem e eu achava que não existiam motivos que levassem à perda de performance daquela maneira…pior ainda quando estava planeada a entrada da nova máquina, a 2.

Umas análises, uns tunings ao MySQL e Apache (o frontend é web), novas análises…e isto é o normal, alterações e análise de resultados. Chego então a um ponto já bem melhor.

Nota: os dados que apresentarei não são dados ótimos, são dados bons, que serão melhorados assim que haja oportunidade mas que resolveu crashes/breaks da aplicação.

Imagem

Legenda:
Verde
– processador (%)
Azul – queue do processador
Vermelho – memória

Como podem constatar (se clicarem na imagem vêem em full), existe ali um ponto de completa mudança! Como ainda podem ver no eixo “x”, os dados recolhidos são desde Março, mais propriamente 21 de Março de 2013.

Hoje, com mais processos, mais queries, mais acessos o sistema comporta-se muito melhor e sem aumento de custos ao nível de hardware, os mesmos recursos mas bem mais afinados 🙂

Anúncios
Categorias:Offtopic
  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: