Início > Mundo > Dou graças por…

Dou graças por…

Com a supremacia da violência, corrupção, compadrios aos bons e “velhos” valores e costumes de quem vive em sociedade começo por dizer: OBRIGADO aos meus pais pela educação que me deram e continuam a dar!

Dou graças por ter tido poucos brinquedos, apenas os necessários…e ter ficado triste por ver outros com muitos mais;

Dou graças por ter sabido dar valor ao que tinha;

Dou graças por ter levado réguadas na escola;

Dou graças por ter andado numa escola com o recreio em terra, ter sujo a roupa e ainda apanhar umas sapatadas pelo feito;

Dou graças por ter tido sempre uma bicicleta e ter rachado umas quantas vezes a cabeça;

Dou graças por ter pegado em moto-serras, máquinas de cortar erva, máquinas se sulfatar e cortar a ignição pelo cachimbo da vela para tentar ouvir ráteres;

Dou graças por não haver ASAE ou o raio que os partam e segurar no rabo dos porcos que os meus avós matavam…e também chamuscar com palha ou maçarico;

Dou graças por ter fugido de cães e subir para árvores, deu-me agilidade;

Dou graças por ter feito uma dezena de cabanas…e a maior parte em terrenos alheios onde de um dia para o outro estavam destruídas (era a noite LOL);

Dou graças por ter um rio a 1km de casa e ter pegado na bicla, atado a cana de pesca ao quadro e ir pescar sem licença alguma (na altura haviam alguns tipos, do rio x ao rio y…agora nem sei);

Dou graças por encapar os livros e jurar a pés juntos que não os ia estragar…para no final dos anos lectivos serem guardados tipo pérolas no sótão;

Dou graças por ter jogado à bola na estrada, por ter fugido quando a bola acertava nalgum carro ou quando sujava toda a parede de uma casa (que servia de baliza);

Dou graças por ter toda e qualquer ferramenta ao meu alcance…como rebarbadora e fazer dela moto-serra para cortar madeira para os carrinhos ou “esquis”…e sniffar todo o fumo de um disco a queimar/cortar madeira;

Dou graças por ter malhado várias vezes quando atei uma corda para fazer slide e a dada altura esta se partir;

Dou graças por ter tido um morteiro nas mãos (servia para um caçador mandar para as tocas das raposas para elas saírem de lá), acender, fugir e cair por cima de uma das pessoas que me acompanhava…e depois ter ficado parvo com semelhante explosão;

Dou graças por ter andado uma temporada sem travões na bicicleta onde as sapatilhas serviam de calço…e ficavam com semelhante túnel na sola que enfim…depois apanhava claro;

Dou graças por ter tido um caixote de lixo à mão, ter tido muitas t-shirts brancas lisas iguais e ter metido uma ao lixo quando ficou cheia de sangue após um malho contra um muro;

Dou graças por ter pintado um símbolo da NIKE numas calças de fato de treino e ser o “maior” porque tinha comprado umas calças da NIKE!!!!!;

Dou graças por nunca ter “x-zatado” nem agredido colegas na escola…mas ainda acertei tive uns arrufos com alguns como qualquer criança;

Dou graças por ter partido um vidro por causa de uma bola perdida…na 1ª classe e ter pago 60 contos (na altura uiiiii);

Dou graças por ter vindimado, semeado e colhido batatas, sulfatado, puxado terras (coisas que ainda hoje faço);

Dou graças por ter levado diariamente 50 escudos para a escola e dar para um bolo numa pastelaria, mais duas chicletes;

Dou graças por até há 2 ou 3 anos contar os tostões que ia colhendo aqui e ali;

Dou graças por ter levado sempre o lanche na mochila;

Dou graças por ter andado com um foco quando o caminho de minha casa ainda não tinha iluminação pública;

Dou graças por ter tirado uma negativa no 7º ano a Geografia, fugir da escola a chorar e esconder o teste durante semanas (os pais tinham de assinar);

Dou graças por ter tido toda uma educação baseada em valores, por ter ido para fora para uma faculdade, por repudiar corruptos e compadrios, por ter alcançado um posto de trabalho por mérito, por ter “sede” de mais e lutar há anos por uma simples coisas que muitos de um dia para o outro têm, por trabalhar imenso para vencer, por não me dar por vencido nas adversidades da vida, etc. etc. etc.

Por tudo isto e MUITO MAIS só tenho de agradecer aos meus pais por tudo e com uma certeza, que no futuro os meus filhos irão receber uma educação digna, atenta e assente em valores individuais e sociais…mesmo que pareça do século passado como eu senti na pele…mas que hoje reconheço quanto me valeu!

Anúncios
Categorias:Mundo
  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: