Início > Economia > O parecer de um “à Rasca”

O parecer de um “à Rasca”

13 de Março de 2011 Deixe um comentário Go to comments

Vi na minha timeline do Twitter o título do JN: Apelos à criação de um partido político no Forum das Gerações http://bit.ly/g6Mcgf e decidi clicar.

Na diagonal deparei-me logo com um parecer muito sério…não quero generalizar mas e como ele diz: “…muitos dos jovens…”.

Chamo-me Filipe Serra, tenho 22 anos e sou estudante de Engenharia do Ambiente. Sou também trabalhador part-time aos fins de semana, como colaborador de uma empresa de retalho na qual trabalho há cerca de 5 anos. Envio-vos o meu ponto de vista.

Acredito que muitos dos jovens que lá foram ontem nunca sequer trabalharam na vida. Não têm culpa, se calhar nunca precisaram, o que não é necessariamente mau. E tenho noção que possa ser frustrante acabar um curso e não ter para onde ir, o…u ir para sítios que se gosta menos. Mas há que ser realistas. Ainda acho que bastantes pessoas que foram lá ontem sempre viveram à custa de benefícios fiscais, bolsas, desvios, etc, e querem é continuar a viver à mama dos outros.

Na minha opinião, essas muitas pessoas não sabem o que é dar valor ao trabalho. Pensam que por ter um “canudo” têm de ir logo para o emprego perfeito a ganhas vários qualquer coisa entre os 1000 e os 5000 € por mês. E muita gente não quer trabalhar em coisas que não sejam isso. Eu não acho que a culpa é só do governo. O governo são só algumas pessoas que gerem o país. Não vou falar em corrupção (isso é pano para mangas).

Acho que o que falta ao povo português é civilização. Andamos todos num jogo do gato e do rato a ver quem é que engana quem, quem é que rouba mais a quem. Não é preciso olhar para os políticos, que neste caso até podem ser o bode expiatório, porque eles são alguns milhares, nós somos quase 11 Milhões! Falta-nos educação, saber estar e viver numa sociedade. O 25 de Abril foi bom no sentido de liberdade, mas não num sentido de responsabilidade nem de educação moral.

Tudo isto vê-se nas tais empresas que ontem os jovens foram contestar, aquelas que vivem dos estagiários não remunerados e dos falsos recibos verdes. Mas quem criou esse monstro foi o povo, aquele que na altura de assumir responsabilidades fica em casa a bater o pé e a dizer que não vota.

Acho que é então aqui que os sucessivos governos falham. Aqui sim entra a corrupção e o beneficio dos seus amiguinhos (boys ou qualquer coisa, são todos iguais só muda o nome). Os governos falharam e continuam a falhar na altura de ditar as leis. São eles que tornam estas problemas possíveis por moldarem leis que permitem a uns fugirem aos impostos e outros enriquecerem sem ter de declarar quase nada ao fim do ano.

A minha manifestação era mais por uma limpeza às cabeças das pessoas do que outra coisa, porque o que há é muita falta de valores!

Anúncios
Categorias:Economia
  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: