Arquivo

Archive for Outubro, 2010

HTC vai abrir escritórios em Portugal

26 de Outubro de 2010 Deixe um comentário

Antes do final deste mês a HTC vai inaugurar os escritórios em Portugal, ainda sem divulgação de quem será o director.

Uma presença que se tem em consideração irá ser o director HTC Europa, Florian Scheice, que inaugurará as instalações a 28 deste mês. Para além da clara proximidade da marca aos utilizadores, neste mesmo evento espera-se a apresentação de novos terminais para o mercado nacional.

Eu cá gostava mesmo muito de ver algo que possa substituir o meu HTC Hero…a ver vamos, para já é um passo importante de uma marca que é líder na comunidade em torno dos seus terminais e SOs agregados, particularizando o Android é uma coisa “esupidamente” fantástica!

Categorias:Tecnologia Geral

Facebook e os grupos de amigos

23 de Outubro de 2010 Deixe um comentário

Acabei de constatar a nova funcionalidade, depois de uns erros (talvez derivados de possíveis actualizações), heis que o novo interface está publicado!

De acordo com o próprio Facebook, citando:

Partilha, conversa e envia e-mails para pequenos grupos de amigos.

  • Controlas as definições de privacidade do teu grupo e apenas membros podem adicionar amigos ao grupo.
  • Fala com membros do grupo em tempo real, ou vê como foi a conversa mais tarde.
  • Envia e recebe actualizações através do endereço de e-mail do grupo, tal como uma lista de endereços de e-mail.

Particularizo as permissões sob grupos, fantástico!

Categorias:Tecnologia Geral Etiquetas:,

PSP serve de isco a phishing

19 de Outubro de 2010 Deixe um comentário

Quantos de nós não recebe emails fantochada, ou que temos de confirmar dados do banco, ou temos de pagar o boleto bancário xpto, ou que existem fotos de x pessoa nua…enfim, quase tudo serve de pretexto a fazer-vos abrir algum link ou download de algum ficheiro.

A suposta PSP como entidade a enviar emails destes também não é novidade, o Carlos Serrão recebeu hoje mais um, um printscreen da fantochada:

O Tek também noticiou e passo a transcrever tal e qual:

A Polícia de Segurança Pública volta a servir de isco para uma série de ataques de phishing em território nacional. O alerta era dado ontem por um técnico de segurança Web português, que expunha o sucedido no seu blog, e já foi confirmado pela PSP, que também colocou um aviso no site.

O email, com o assunto “Notificação PSP” e o remetente falsificado “info@sspsp.pt”, como se proveniente dos Serviços Sociais da Polícia de Segurança Pública, informa o destinatário a respeito de uma suposta falta de pagamento em nome de Maria Cardoso Ribeiro, intimando o mesmo a “regularizar a situação” e fornecendo dois links para os “detalhes da notificação”.

As ligações em causa destinam-se a desencadear o download do ficheiro de código malicioso PSP_Lisboa.scr, “de baixa taxa de detecção por parte da maioria dos antivírus” e apresentado como perigoso – nomeadamente por ter capacidade de se iniciar automaticamente, alterar as configurações de segurança do Internet Explorer, modificar e remover ficheiros essenciais ao SP e modificar o registo do Windows.

O técnico alerta também para o facto de, uma vez instalado no sistema infectado, o malware enviar dados confidenciais para vários sites comprometidos. A mesma fonte defende que, atendendo ao servidor Web usado e ao “nome das variáveis utilizadas no método POST”, o email “poderá ter origem no Brasil”.

Esta não é a primeira vez que o nome da PSP é usado em esquemas do género, que se têm sucedido nos últimos tempos, segundo admitiram as próprias autoridades. Contactado pelo TeK, o gabinete de comunicação da PSP disse que o assunto estava a ser averiguado, não fornecendo mais detalhes.

No aviso online, a polícia aconselha os internautas a “não abrirem o ficheiro associado, pois pode danificar o sistema operativo ou divulgar dados pessoais” e afirma que “já desencadeou os mecanismos judiciais em matéria de acção penal”.

Vejam lá se caem…por falta de aviso não será certamente!

Categorias:Segurança

The Pirate Bay ataca a ACAPOR.pt

18 de Outubro de 2010 1 comentário

Ontem foi um dia activo para a operação Payback, primeiro porque os sites GeneSimmons.com e SimmonsRecords.com foram atacados. Tal como no passado estes ataques dão logo resultados à primeira tentativa.

Agora é a vez da ACAPOR.pt. A ACAPOR é mais uma daquelas entidades que desejam lucros absurdos, nunca revêm o modelo de negócios e portanto mantêm-se com os ideais de há 30 anos atrás, neste caso denomina-se como Associação do Comércio Audiovisual de Portugal. Neste momento ainda está lá a bela mensagem do The Pirate Bay, já anteriormente esteve em causa o bloqueio por parte dos ISPs Portugueses ao referido website de torrents, pelo menos a ACAPOR apresentou a proposta ao Ministério da Cultura, mas as coisas vão para a ordem certa mais cedo ou mais tarde.

Então mas estes tugazitos lutadores de sumo de bairro queriam combater o The Pirate Bay, muy nobre instituição que nem a Europa e América do Norte juntas conseguiram destronar?? Acordem para a realidade…

E vamo-nos rir um pouco à custa da ACAPOR, podem ler os emails internos da ACAPOR … sim leram bem, EMAILS INTERNOS DA ENTIDADE! Instalem um cliente de torrents e podem fazer download, embora ache que já deva haver algum mirror…
Os emails que vão poder ler são a.direccao(at)acapor.pt, juridico(at)acapor.pt, marketing(at)acapor.pt, presidente(at)acapor.pt, provedor(at)acapor.pt, website(at)acapor.pt
Depois ainda existem outros de domínios “subordinados” como: geral(at)acaporcomercial.info, npereira(at)acaporcomercial.info, rmoutinho(at)acaporcomercial.info

Para registo futuro fiz uns screenshots mas ainda poderão ver o site hackado.

Já agora, esta situação mantém-se há demasiado tempo, desde o hack! Será que ninguém sabe resolver? Será que a incompetência é assim tão grande?

Edição 22:14
Recentemente analisei o rar disponibilizado e contém a estrutura de directorias do Courier, o MTA presente no servidor. Bom, isto já parte para uma camada inferior, a nível de hosting, não é só um defacement! Acho que vão rolar cabeças na Hosting Portugal…onde anda o administrador de sistemas?

Edição 22:32, Mensagem do NEO:
Operation Payback is a Bitch have my complete support.
I’m just a concerned internaut who will not accept a law that will break my civil rights just to protect the profit of some legal thiefs…
The artists are exploited, the consumers are exploited but the only thing the law makers think about is how to protect the profit of the exploiters…
If you have the know-how and you sympathize with our cause just do it!
Congrats for all the Portuguese friends who make our fight visible!

Categorias:Segurança Etiquetas:, ,

Licenças, plágio, patentes…tretas!

18 de Outubro de 2010 Deixe um comentário

Hoje fui informado que centenas de restaurantes podiam parar a actividade! Porquê? Perguntam vocês…

Pois bem, pelos vistos isto deve-se após uma denúncia, o ano passado, por parte do GrupoPIE contra a SAGE. Ainda assim a SAGE foi avisada por fax de que o programa em questão era uma cópia mas a empresa não quis saber…ou seja, foi uma compra a um ex-colaborador do GrupoPIE e está feito, nem quis saber de mais nada, toca a mudar isto e aquilo e siga ganhar uns milhões…resta-me ainda saber como conseguiram o código fonte, para alterar tiveram de o ter.

Oito meses depois o tribunal de Matosinhos acaba de dar o veredicto, dando razão ao GrupoPIE.

Eu cá defendo licenças de um outro tipo, abertas e livres, as GNU/GPL são exemplo…onde qualquer um pode pegar e desenvolver ou adaptar, cumprindo alguns requisitos. Agora estas tretas só servem para as empresas mais comuns tentarem ficar ricas em pouco tempo, nem interessa a inovação que uma base poderá adquirir com o passar do tempo, base essa desenvolvida pela tal empresa e consequentemente um protagonismo e serviços acrescentados como suporte.

Isto daria uma grande discussão mas fica só de forma, quase exclusivamente, noticiosa.

Acho ainda mais piada à ridicularidade a que chegam os comentários do meio de comunicação JN, fonte da notícia, com um interveniente neste caso, ou vários, lá a comentar, poderão lá ler…

A adesão ao GNU/Linux

11 de Outubro de 2010 Deixe um comentário

Ontem foi o dia do lançamento da distribuição Ubuntu 10.10 e foi o mote para me relembrar de escrever algo acerca deste sistema operativo, ou melhor, sobre a adopção ao mundo GNU/Linux de diversas pessoas, das mais variadas áreas.

Os tempos do Linux da linha de comandos “já lá vai”, já existem gestores gráficos super eficazes, Gnone, KDE e Fluxbox são alguns dos exemplos, embora este último seja um pouco simplista demais para o comum dos mortais. Mas a simplificação não é só por estes gestores, aplicações como o Ubuntu Tweak proporcionam-nos uma incrível optimização de tarefas/tempo.

A nível pessoal/particular, já uso o Ubuntu em exclusivo (sem dual boot) há cerca de ano e meio, altura em que andava numa fase de arranque ora Windows ou Ubuntu. A desintoxicação levou algum tempo, é normal, toda uma “vida” a lidar com Windows, a migração para algo novo teria de passar por uma fase de adaptação, gradual.
Desde então que sou “livre” e que me riu sempre com algumas personagens e suas questões ou afirmações como: “isso é o novo Windows?” ou “esse menu de programas é super simples”…

Mas em relação à minha visão para com terceiros, existem cada vez mais utilizadores GNU/Linux e os principais motivos têm sido os esforços de empresas como a Red Hat, Canonical ou Novell para simplificar operações e tarefas que no passado seriam ingratas para um utilizador comum. Transformando as empresas em distribuições temos Fedora, Ubuntu e SUSE respectivamente. Estas distribuições têm as ditas empresas como base tecnológica para assegurar um bom apoio ao utilizador, especialmente ao nível empresarial, apesar da comunidade ajudar ao desenvolvimento, como é apanágio no open-source.

Mas a melhor publicidade é a “passa-a-palavra” e aqui todos os que adoptam Linux por opção própria são sempre umas boas vias de comunicação/feedback, gerando mais interesses…então ao nível da blogosfera e fóruns é impressionante o crescimento de utilizadores do género.

Por falar em adopções próprias…e eu dizer ao pessoal com Android que têm um sistema operativo baseado em Linux? Pois é…este lançamento tem sido denominado como: a primeira adopção em massa de Linux. E depois pergunto eu aos Androidianos utilizadores de Windows: “afinal o Linux não é assim tão complicado como o dizem né?”. Ficam sem grandes respostas concretas, aliás, sem contradizer com factos concretos.

Com este aumento de utilizadores o que se gera? Aumento de skills em lidar/gerir/administrar Linux…por conseguinte o nível empresarial também começa a mudar e bastante!

Quem é que há uns 4 anos atrás prestava suporte a Linux? Contavam-se pelos dedos de uma mão…e hoje? Uma ou duas dezenas! Pois bem, existe então uma sensibilização para a realidade e muitos a “engolir sapos”…e ainda vão engolir mais quando revelar aqui alguns dados, lá mais para a frente.

A situação económica mundial também é um dos factores que estimulam as empresas a pensarem duas vezes quando alguém lhes fala em Linux, para reduzir custos de licenças e até de hardware (os requisitos em Linux costumam ser menores do que em Windows, falando sempre em últimas versões).

No ensino já se fala bastante em Linux, eu até estou a leccionar este SO, em Administração e Gestão de Redes e Sistemas, onde existem aquelas personagens Windows addicted que se quiserem o grau académico têm de levar comigo, o “mal amado” 🙂 Apesar de algumas faíscas tudo tem corrido pelo melhor e sabendo utilizar termos informais e mais do quotidiano acabam por perceber bem. Algo indispensável é teoria mas acompanhada com MUITA prática!

Adiante, vamos lá então a entidades com visão futura, um caso repentino é o do Brasil, onde a administração pública ainda está na fase de migração desde há 7 anos e já poupou em 5 anos 110 milhões de reais! Ah, note-se o crescimento absurdo da economia deste país (um aparte).
Agora por tópicos:

  • Parlamento Italiano – em Itália, para além da criação de um centro de competências em open-source, 35% dos governos locais já usa open-source e o parlamento poupa 3 milhões de euros por ano;
  • VietinBank – um dos maiores bancos do Vietname migrou todo o seu sistema para open-source;
  • Malásia – 97% do software utilizado na administração pública é livre;

Adoro a frieza dos números!

Espero poder escrever daqui a pouco tempo sobre umas implementações pendentes em certas empresas…

Bom, por último deixo um link para um artigo bem interessante sobre o mundo dos negócios no software livre.

Actualização 13-10-2010: 80% das empresas vão reforçar aposta em Linux